segunda-feira, dezembro 04, 2006

De uma vez por todas

Era uma vez que conheceu outra vez.
Casaram-se duas vezes.
Muitas vezes amaram-se intensamente.

Tiveram filhos, às vezes,
Mais vezes que deram netos e bisnetos.
Inúmeras vezes perderam de vista as relações primígenas.

Diversas vezes brigaram.
Ao ódio extremo chegaram algumas vezes.
Uma vez destruiu as outras.

Quer que eu conte outra vez?

Nenhum comentário: